Slow Food
   

Slow Food Lança a Campanha por uma Política Agrícola Comum na Europa


Italy - 18 Nov 11

Com um documento estratégico, realizado em 19 idiomas europeus, o Slow Food lançou uma campanha em favor de uma Política Agrícola Comum (PAC) mais justa, ecológica e democrática, com o objetivo de envolver na discussão a rede das comunidades do alimento e as instituições, em todos os níveis, em cada um dos 27 Países envolvidos. O Slow Food, um movimento associativo sem fins lucrativos, empenhado em melhorar a forma como o alimento é produzido e distribuído, conta com 100.000 membros no mundo todo e centenas de convivia e comunidades Terra Madre em 27 países da UE. Com a reforma da PAC 2014 já em debate, o fundador e presidente do Slow Food, Carlo Petrini, declara: “A Europa precisa de uma PAC forte, capaz de enfrentar com sucesso os desafios ambientais, sociais e econômicos”. O documento, Towards a New Common Agricultural Policy, descreve os problemas que afligem o nosso atual sistema alimentar e agrícola. A produção de alimentos global industrial e intensiva é a principal causa da destruição ambiental, da perda de ecossistemas e da biodiversidade. Isto criou uma distribuição de alimentos desigual, com uma grande parte do mundo vítima de doenças ligadas à obesidade, enquanto outros sofrem de malnutrição. O Slow Food acredita que o foco da reforma da PAC deve estar em dois elementos-chave: produção sustentável de pequena escala e jovens. Produção sustentável de pequena escala: A Europa precisa redescobrir suas verdadeiras raízes na produção alimentos de pequena escala e baixo impacto integrada com a natureza, produzindo de forma limpa alimentos nutritivos e de alta qualidade e fornecendo à sociedade serviços ambientais essenciais e insubstituíveis. Jovens: apenas 7% dos produtores da Europa têm menos de 35 anos. A atividade agrícola precisa recuperar sua dignidade e seu significado como escolha de vida estimulante e gratificante. Precisa vir a ser uma escolha válida de investimento no futuro, um caminho que oferece satisfação e realização, não apenas sacrifício e dificuldades. O documento oferece uma série de propostas concretas para a reforma da PAC. É um chamado à ação para que todos os membros do Slow Food trabalhem para garantir que os princípios de um sistema de produção de alimentos sustentável, bom, limpo e justo sejam absorvidos o máximo possível pela nova política e um convite a todos aqueles envolvidos para que se juntem à campanha. Saiba mais: www.slowfood.com/sloweurope Departamento Imprensa do Slow Food Internacional Paola Nano, +39 329 8321285, p.nano@slowfood.it Elisa Virgillito +39 0172419666 e.virgillito@slowfood.it Anne Marie Matarrese +39 0172419645 a.matarrese@slowfood.it